segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Como cometer suicídio numa entrevista de emprego

Este blog não é mais atualizado. Veja o novo blog em: www.agileway.com.br

Eu já falei sobre entrevistas de emprego aqui (procure nos posts). Dei até algumas dicas do que NÃO fazer.

Mas jamais, JAMAIS faça o que o candidato que eu entrevistei hoje, fez.

Entrevistamos, eu e um colega, um candidato. O cara chamou muito a atenção. Parecia ser um bom candidato, estava muito interessado em entrar na empresa. Hoje seria a segunda entrevista dele, agora com um dos diretores junto.

Daí o diretor fez uma pergunta comum, que simplesmente fez o candidato cometer suicídio.

"Qual o seu maior defeito?"

E o cara me sai com essa.

"Olha, eu sou muito preguiçoso... mais pela manhã."

COMO É?!??! Me deu vontade de me levantar e sair nessa hora. Que queimação de filme. Eu e o meu colega nos olhamos constrangidos. Fizemos o maior cartaz do cara "Esse é um dos melhores que entrevistamos" e o cara me larga essa.

Sinceramente, tem gente que realmente pede pra morrer na praia.

Abraços

9 comentários:

Valdir "hagnat" Bruxel Junior disse...

vai ver o cara achou que iria conseguir a vaga na base de ... honestidade ? huahuhahuh

Daniel Wildt disse...

Se ele é assim, será que isto impede ele de entregar o que deve ser entregue?

Preguiça != Responsabilidade

Outra, aí é opinião minha, também... este tipo de pergunta eu acho errada de fazer.

Quer dizer que se perguntares o maior defeito e o cara responder que é perfeccionista, vais contratar ele direto? Sem considerar outros aspectos?

Mário disse...

Concordo con o Daniel...

O que seria o certo para responder, que agradaria a todos vocês? E depois, será que ele é tão ruim assim só por ter preguiça de manhã?

Otávio disse...

Na próxima entrevista dele, ele vai dizer:
- Sinceridade é meu pior defeito

luix disse...

Preguiça nem é um problema tão ruim para um programador, um programador preguiçoso não gosta de ficar fazendo a mesma coisa um milhão de vezes, então ele logo arruma um jeito de automatizar as coisas, temos vários produtos que provalvemente são ressultados da ressolta de um programador preguiçoso: ant, make, teste unitários automatizados e coisas do gênero. Essa é a questão, se ele automatiza porque é preguiçoso, que bom, preguiça não é sinônimo de responsabilidade.

Flavio disse...

Pessoal, quem fez a pergunta foi um dos diretores. É o tipo de pergunta que se faz pra ouvir qualquer resposta. Agora, o cara falar que é preguiçoso? Eu pelo menos não conseguiria pensar em contratar um cara assim hehe

Somem a um agravante: este seria o seu terceiro emprego desde janeiro deste ano. TRÊS EMPREGOS EM 11 MESES!

Enfim, eu quando entrevisto costumo bater papo. Não curto (e nem uso) esse tipo de pergunta que qualquer site de internet te dá a resposta. Mas ainda assim, o cara conseguiu ser "reprovado" :)

Pedro disse...

Esta resposata, IMHO, teria sido na verdade um ponto dforte.

Se na entrevista de emprego o cara já se mostra transparente, por que não contratá-lo.

Lembre-se que transparência é a chave para a confiança.

Agora se vocês preferem um candidato que diga que seu pior defeito é ser perfeccionista....

Quanto ao outro fato, dele ter passado por 3 empresas este ano, qual o motivo disso? Isso foi explorado na entrevista? Talvez a explicação seja razoável. pode ter trabalhado por projeto, em projetos pequenos, por exemplo.

luix disse...

É, três empregos em 11 meses é grave e mais essa de ser preguiçoso, é o cara não queria a vaga.

Mário disse...

Nossa, 3 empregos em 11 meses demonstra que o candidato não foi um bom funcionário ou então, trabalhou em projetos de prazo fechado, como um consultor independente.

Porém, como participo das entrevistas também de onde trabalho, acredito que este tipo de candidato seria realmente inadequado para a minha empresa. O cara não quis a vaga mesmo...