terça-feira, 2 de setembro de 2008

Valorizando a comunicação!

Este blog não é mais atualizado. Veja o novo blog em: www.agileway.com.br

Eu não estou me baseando em nenhuma pesquisa da Chaos Report ou afins. Estou falando pelo meu feeling com base no que converso com colegas e também no que leio por aí.

Eu diria sem medo que 90% das causas de falhas em projetos estão diretamente ligadas a comunicação. Eu considero isso como sendo:

- Falta de comunicação entre cliente / equipe
- Falta de definição correta de requisitos
- Falta de comunicação entre diretoria / gerência
- Falta de comunicação entre gerência / equipe
- Falta de comunicação entre equipe / equipe

Ufa, a lista seria grande. Sabendo disso, penso que seja essencial que pessoas que trabalham e lidam com pessoas diariamente invistam no aprimoramento da comunicação. Eu fiz isso este final de semana!

Realizei um curso, aqui em Porto Alegre, de "Dicção, desnibição e oratória", ministrado pela fonoaudióloga Bianca Aydos. Um curso de três dias (sexta à noite, sábado e domingo à tarde). E posso dizer que foi uma das melhores decisões que tive no período!

O curso me possibilitou identificar algumas falhas na comunicação que eu possuo (como falar muito rápido e não articular as palavras corretamente) além de vislumbrar que eu consigo passar (na forma "não-verbal") a mensagem corretamente, seja por gestos, seja pela maneira como eu interajo com os interlocutores.

O bacana da realização de um curso deste é que nossos colegas também estão lá pelo mesmo motivo. Portanto eles acabam nos auxiliando e incentivando para evitarmos os vícios de linguagem ("né", "ããããhm", entre outros) e também a desnibir, já que muitos procuram o curso exatamente pelo pavor que tem em falar em público.

O curso não te deixa 100% melhor, nem poderia prometer isso. A idéia é mostrar que há sim um caminho para a mudança. Aprendemos técnicas, postura, formas de enfatizar a mensagem, maneiras de driblar a ansiedade e a timidez... Se não nos melhora 100%, nos prepara para isso.

O curso foi excelente e recomendo a todos que busquem um curso similar. Agrega MUITO para nossa vida pessoal e profissional.

A foto da turma:


De pé: Leonardo, Renato, Daniela, Jaqueline, Joice, Flávio, Marcos.
Agachadas: Bianca, Luciana e Vanessa.

Enfim, para quem é de Porto Alegre e região, recomendo o curso com a Bianca :)

Um abraço e boa semana.

3 comentários:

Advocatus Diaboli disse...

Ótimo post! Há tempos que penso que a comunicação é o elemente-chave do bom processo de desenvolvimento de software. Em resumo, os métodos ágeis pregam justamente isso. Um dos pontos que considero mais importante é a comunicação com o fornecedor de requisitos, isto é, o cliente. Quanto mais estreita for essa relação, maior a chance de sucesso do projeto. E é incrível como as pessoas insistem em desvalorizar aquilo que é importante, fecham os olhos para o óbvio e não aprendem mesmo após várias experiências ruins de comunicação. Projeto sem requisitos bem definidos? Gerenciamento covarde que não vai ao cerne dos problemas? Casos de uso escritos às cegas em o aval de stakeholders? Grandes indícios de fracasso...

Anônimo disse...

Sou suspeita para falar do assunto, mas não posso deixar de expor o meu ponto de vista, como fonoaudióloga e professora dos cursos de Dicção e Oratória. Realmente ninguém sai "curado" dos seus problemas de comunicação, mas a mudança da performance expressiva durante o curso, é muito significativa. O importante, é realmente identificar os pontos negativos e aperfeiçoá-los, utilizando as técnicas e dicas no dia a dia.Procurar um fonoaudiólogo, especialista na área, para aprimorar a comunicação é buscar um diferencial, pois podemos identificar dificuldades na expressão não verbal. Estas, muitas vezes, comprometem o desempenho verbal. Eu sempre digo, não adianta saber o conteúdo, dominar o assunto e não saber transmití-lo. Distorções e alterações vocais e de sons da fala, atrapalham a performance.

Bianca Aydos disse...

Bianca Aydos - Fonoaudióloga Especialista em Voz- fez o comentário acima.