quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Resenha do livro "Transformando suor em ouro"

Este blog não é mais atualizado. Veja o novo blog em: www.agileway.com.br

Este é um livro bem legal, também. Pode afastar muitas pessoas que pensam se tratar de um livro de "voleibol" ou de "esporte". É o famoso livro do Bernardinho, onde ele traça sua trajetória e faz paralelos com o mundo empresarial. Traz conceitos criados por ele como a "Roda da Excelência" e a "Escala de Valores".

Eu, como gosto de esporte (mas ando preguiçoso para praticá-los, vale ressaltar - pra ver se tomo juízo) tive uma leitura bem divertida com este livro. Tive curiosidade em saber como que um ex-jogador reserva conseguiu transformar a grande maioria dos times em que treinou em potências do esporte (principalmente o volei masculino).

O livro traz ensinamentos bem bacanas sobre alguns procedimentos que ele tomou durante seu treino (não, ele não fala nada sobre o episódio Ricardinho... embora ele seja bastante citado no livro - em 99% das vezes de forma positiva!).

O conceito principal do livro é pregar que é preciso suar muito e trabalhar mais ainda para obter seus resultados. E para motivar sua equipe, mesmo que esta esteja num nível de jogadores de seleção brasileira que já conquistaram tudo, deve-se esticar sempre a corda para deixá-los em uma zona desconfortável sempre. Entende-se por "zona desconfortável" a idéia de criar situações que façam com que sua equipe nunca pense que agora é "sentar e relaxar".

Algumas passagens são bem engraçadas, como a vez em que após a conquista de um título, ele fez com que os jogadores treinassem no dia seguinte, sem que fossem avisados sobre isso (eles achavam que era uma reunião apenas).


A roda da excelência, o Bernardinho que me desculpe, mas eu não consigo imaginar que ele consiga monitorar todos os conceitos que ele prega. A roda é uma adaptação do ciclo PDCA. São 11 conceitos como "liderança", "trabalho em equipe", "preserverança", "cumplicidade", etc.

Já a escala de valores é um "plus" da sua roda, com alguns novos conceitos. Mas tudo fica mais ou menos na mesma: foco na equipe.

Apesar do livro tentar, eu acho difícil traçar este paralelo que ele tentou fazer entre o volei e o mundo empresarial. O livro é bom, como eu disse. Tem alguns conceitos e ensinamentos (muitos deles implícitos) que valem a pena ler e pensar a respeito. Mas se você procura algo mais imediatista, algo como um "how to", sugiro o livro que citei abaixo "O gerente-minuto".

BOM PARA: quem gosta de ler biografias, sobre esportes, com o extra de que estará lendo sobre motivação e gestão de pessoas.

RUIM PARA: quem não gosta de ler ou quem quer um "how to".

RECOMENDADO PARA: Gestores de pessoas, que não pretendem encontrar na leitura uma receita de bolo.

AVALIAÇÃO FINAL: 3,5/5.

Confira esta resenha no meu novo blog:

2 comentários:

Daniel Melo disse...

Excelente a resenha dos livros! Que tal um post com sua opinião sobre os livros que abordam Scrum? (e XP)?

Anônimo disse...

muito bom o seu resumo